Uma Noite na Taverna

26 fevereiro 2014

Nirvana




Há o contato
A única verdade
Na pluridade de interpretações possíveis

Há o desejo
Moldado pela experiência
E pelo anseio

Há a ignorância
A incapacidade de sentir
A totalidade dos possíveis fatos

Infeliz quem nega o contato
Subverte a experiência
Nega a verdade
E morre
Pois
Sabe tudo

Eu anseio
A paz
Não o fim do Samsara
Mas um melhor passeio