Boate Abatedouro



Tá faltando carne nova no mercado
A elite canibal vai passar fome
Armaram festa na boate Abatedouro
E na porta colocaram nosso nome

Corre agora em nossa veia aberta
Uma espécie de veneno corrosivo
Um antídoto-verme-antitelevisivo
Efeito: deixa a mente mais desperta

Morde, burguês, a carne envenenada
Prova o gosto do povo inconformado
E sente a dor da barriga constipada

Os convidados desta ceia tão funesta
Resolveram sabotar a sua festa
Seu apetite, elite, é sua derrocada

Postagens mais visitadas