João e Maria (ou: meu amor, por que não me Barthes?)

Tinham memória fraca.
Ofereceram tola-mente
migalhas ao caminho
para se re-tornarem.
O cupido comeu
os fragmentos de razão
no des curso amoroso.
Perdidamente apaixonados
procuraram na casa algo doce
que os escravizasse.
Mas João-dedos-finos
matou a bruxa gulosa
e acabou com a magia.

Pior pra Maria-sem-final-feliz.
Descontou na comida
sua des ilusão.


Postagens mais visitadas

...