A mudança das cordas de minha guitarra estava sendo adiada há muito tempo. Mas a "sol" arrebentou e resolveu apressá-la para mim.
Após a troca, fiquei feliz com a escolha das cordas. O som ficou muito bom e tirou um pouco do agudo excessivo do encordoamento original. Infelizmente, minha técnica me impede de ouvir uma música pronta saindo da ponta de meus dedos do jeito que eu quero. Fica tudo no "projeto", na visualização. Soma-se a isto a falta de um tecladista, da bateria e da orquestra que, às vezes, passa por minha cabeça ... Preciso muito mesmo de uma banda.
Lutei bravamente durante horas contra a minha imaginação e o meu ouvido até que, esgotado e com medo da vizinhança chamar a polícia, visitei o site da Ernie Ball. Lá, descobri que está rolando uma batalha gigante de bandas, surpreendentemente grande. Sonhei então com a possibilidade de inscrever o Playmobill Killer nesta batalha, faturar em dólares e até ganhar. O nome da banda pode até não ficar pra valer, mas é massa.
Procurei então conhecer alguns de meus possíveis competidores e saber se o nome escolhido por mim era original. Vi vários nomes repetidos, nenhum igual ao meu, e fiquei mais tranqüilo. Todo mundo estava parecendo o mais amador possível, no som e nas gravações de garagem que comumente ouvimos em demos. De repente, me deparo com o Full Circle na competição, maior sacanagem, pois eles já tocaram aqui e têm gravadora. Comecei a pensar no Jabá americano, os pais do Jabá; não é mesmo, Strokes? Fora eles, não ouvi ou vi nada de interessante, até que descobri uma banda muito esquisita:

SOMETHING ABOUT VAMPIRES AND SLUTS



É primeira mão para os leitores do blog. Há três músicas para downloadear. Mandem seus comments.


Postagens mais visitadas