Fábulas de Pakkatto



Os Pedreiros

O Mestre de Obras visitava a construção com o arquiteto. Decidem parar e tomar ciência do trabalho dos pedreiros.

Quando se perguntou ao primeiro pedreiro o que estava ele fazendo, o mesmo respondeu:

- Estou assentando tijolos.

Este pedreiro não sabia, de fato, o que estava fazendo.

A mesma pergunta foi formulada ao segundo pedreiro, que respondeu:

- Estou construindo uma parede.

Este pensava que sabia o que estava fazendo.

Quando perguntado ao terceiro pedreiro o que estava ele fazendo, respondeu:

- Estou construindo uma Catedral! - respondeu orgulhoso, tentando mostrar que sabia do objetivo final e que agindo localmente ele contribuía globalmente, pensando no grande e agindo no pequeno.

- Puta que o pariu! - bradava o Mestre de Obras irritado.- Nenhum dos filhas da puta aqui sabe que isto aqui será uma prisão? Apressem o passo senão não terminaremos nunca essa porra! O governo deu uma verba de merda que foi desviada pelo desgraçado do empreiteiro e vocês ficam aí com a cabeça em contos de fada. Caralhos!

Moral da História

O terceiro pedreiro fez greve durante três meses e processou a empresa alegando ter sido ludibriado. O Mestre de obras foi assassinado pelos dois primeiros pedreiros da história sendo que o segundo ficou preso em Contagem durante dois anos porque realmente não se concluiu a obra do presídio conforme o Mestre havia previsto.
Ah! sim. A Moral da História, né? Bem, essa não tem moral mesmo, não. O empreiteiro recebeu a verba integralmente mesmo sem a conclusão da obra.

Postagens mais visitadas

...