A vida é para os vivos



A vida é para os fortes
A vida é para os tenazes
A vida é para os inconformados
A vida é para os de boa sorte
A vida é para os audazes
A vida é para os apaixonados
A vida é para os vivos
Para os que vivem a vida
Que deve ser vivida

A vida é para os que vivem

A morte?

A morte sim
A morte
É para todos

E se, às vezes, me acusam de andar em círculos...
Acho melhor andar em longos círculos e ver o mundo
Do que ficar parado no mesmo lugar esperando um milagre

A vida é para os vivos
Que vivem a vida que pode ser vivida
Sem dar a estúpida desculpa
"Eu vivo a vida que posso"

Bom dia Boa tarde Boa noite
Sede abençoados
Que saudades de você
Vamos fazer um churrasco
Parabéns
Eu te amo

são apenas palavras?
não te evocam lembranças ou desejos?

a vida é para os que vivem
assim como este poema

Não me importa se você não sabe o quão doce o vinho pode ser
Ou quão quente o aguardente deixa a alma
Se não sentiu o toque da mulher amada na noite mais fria
ou saudade do amigo que nunca estará lá
Frio fome saudade e riqueza não lhe tornarão melhor
Nem como ser humano ou como poeta

Haverá sempre alguém sob o céu azul
Arrotando experiência de olhos fechados

é preciso coração para estar simultaneamente
No espaço tempo dos fatos
Sendo sincero com sua alma

E se o acusam de estar perdendo tempo
Você deve estar perdendo tempo cercado de pessoas que te acusam de algo
Ou em frente ao espelho
Preocupado em honrar compromissos que fez a si próprio no passado

Desperte

Este poema é para vocês que estão vivos
Para que continuem vivos
E vivam

Postagens mais visitadas

...