Meu bloco partido





É hoje que a gente dança
Uma diferente dança
Em que a palavra vira lança
Mas o direito da criança
É que comanda a melodia

Eu quero botar a minha fantasia
Na cabeça dessa gente
Sair à rua e sorridente
Me vestir todo de alegria
Meu bloco é o "Não apóia porque tá bambo"
Só tem uma regra:
Ninguém sai de Rambo.

A gente é "da paz e esperança"

No meu bloco tem música e dança
A palavra vira lança
Verso vira perfume
E o direito da criança
É o que comanda a melodia

Sai de noite e invade o dia
Cada um na sua
Ninguém de Rambo
Quero vestir a minha fantasia
Quero botar meu bloco na rua

A gente é da boa e de boa da boa
A gente é de paz e esperança

Postagens mais visitadas