Humanismo Alerta



Antes a mulher era considerada como propriedade e índios e negros não tinham alma. Você sabia?

E agora? Agora, graças a árdua luta de humanistas através da história, este pensamento foi demonizado pela maior parte das sociedades mundiais. Infelizmente, demonizar algo não é bani-lo de nossas estruturas sociais pois ainda há muitos que aceitam o mundo como uma verdade dada e indiscutível, caminhando como ovelhas e não como indivíduos. Essas pessoas, os crédulos que desconhecem nossa história e origem, são o alvo principal dos pretensos donos de tudo. O interesse em dominar de uma minoria continua sob outras formas, provocando novos cismas e conflitos a partir de falsos dogmas e de mentiras e conclusões torpes sobre a humanidade.

Pois digo: mora um escravocrata dentro de todos, demônio de fala macia ensaiando discursos que separam os homens, não de Deus, mas de todos os outros homens.

O humanismo é um estado de vigilância contra esse inimigo insidioso, travestido de imprensa, igreja e Estado, que vai tentá-lo a trair o bem estar comum em troca de status.

Liberte sua mente e fique atento às mentiras. Não aceite passivamente a autoridade. Os exemplos estão aí: servidores públicos, advogados, juízes e políticos, médicos e artistas, banqueiros e professores; quem lhes deu autoridade? Por que você não pode ter acesso? Por que ainda há fome? Por que os hospitais estão cheios?

Tão condicionados a banalizar a vida vemos crianças sendo abandonadas e as queremos mortas pelo Estado. Fazemos marchas contra a democracia e maldizemos os direitos humanos. Bancos lucram absurdamente e professores e músicos têm que trabalhar por amor à causa. Que causa? As igrejas estão lotadas de pessoas desesperadas e insensatas que buscam a redenção colocando dinheiro no bolso de pastores. A televisão é a sua medida de sucesso, seu mundo ideal, sua nova cela. Emburrecimento e insensibilidade subvertem os conceitos que antes nos aproximavam das pessoas: desapego, respeito, compromisso, honra, ética, amor. Fácil revoltar-se nas redes sociais e nos bares da Lapa boêmia e dizer que basta isso.

Os revoltados são massa de manobra acéfala, meros bois repetindo a velha cantilena. Seja você mesmo e se conheça, com suas limitações e tentações. Não somos santos, somos homens. E, se cada homem tem um preço, venda mais caro sua alma.

Mas, se os seus valores colocarem o bem comum acima do bem próprio, lute.

Postagens mais visitadas

...