21 dezembro 2014

Profissão de fé



Boto fé na poesia
E se ela pedir
Caio dentro sem hesitação

Seja haicai, soneto, trova, rap, cordel,
Redondilha, quadra, discurso, graffitti, canção

Se ela pedir
Eu caio dentro
Chegando na voadora

Eu boto fé na poesia
Para alegrar o meu dia
Revelar invisíveis
E elevar o espírito

Eu boto fé na poesia
Para enfeitar a noite
Para pôr estrelas nos céus das bocas
Para enfrentar demônios
E expulsar a mediocridade do corpo das pessoas

Eu não sou profeta
Eu sou poeta
Poeta é profeta sem "fé"

Tira a fé do profeta
Fica poeta

Fica poeta
Tira a fé do profeta

..................................Antônio Auspício...........................

17 dezembro 2014

Sobre o Samsara




A constante busca do êxtase constante
A busca dura uma vida
O êxtase dura um instante
O êxtase da busca constante
Motor do anel mais externo da Mandala.

14 dezembro 2014

Merdacoria



O mercado é sorrateiro
Troca emoção por dinheiro
Rouba o mérito da conquista
Até dou pista
da coisa errada
Tem, por aí, poesia
Já nascendo rotulada.

(Antônio Auspício)


10 dezembro 2014

Espada da Alma

I
A Forja e o Martelo

Peito que não ladra
Não morde
Não medra
Vira Pedra
Arde
E não vira cinza

A língua não te escuta
Me chuta
a boca do estômago
Vingativo

Peito que não sossega
Nega o real mundo dos olhos
E aos sonhos dá ouvidos

Peito que perde os sentidos
Mas não se cala

Martela na forja do id a espada da alma


26/10/2009

03 dezembro 2014

Fair play fairy tale

A alquimia do mercado Transforma necessidade Em merdacoria Vende o que for preciso Diz o que você precisa Con- ...