Por que me ufano?

Na esquina
do país em ruínas
a criança espera
a melhor hora
para o furto.

Esperava esmola?
Escola,
fruta, futuro?
Brinquedo?
Casa?
Família?

Esperava por nada.

O moleque é malaco
e só maluco não vê:
não tem medo da morte
quem nasceu condenado.

Sobrevive pouco
quem não lê cenário:
A sociedade quer sangue
e não pode esperar.

Um plenário vampiro
repleto de analfabetos emocionais
vai consubstanciar o ódio
num júbilo gozoso
em troca do voto
da classe mérdia entrincheirada
em seus condomínios
e mentes fechadas

Revoltados de fachada
Muitos, certamente, ótimos cristãos
que não sabem sequer ler a Bíblia
com os olhos do amor de Jesus
sairão às ruas para encarcerar menores
ao invés de criminalizar o descaso

"Criamos monstros no quintal
e agora temos medo
de sair de casa."
Disse a velhinha assaltada
pelo garoto
enquanto o poeta se distraía
compondo mais uma ode
      a nossa imbecilidade
                                 Pindorâmica


Postagens mais visitadas