Se o país é uma bagunça
Tome parte nessa dança
Roubam doce de criança
Vão tomar seu capital

Brasileiro, dou meu jeito
E não olho pro palácio
Se me querem de palhaço
Vão me ver no carnaval

Cantando sambas de protesto
Disfarçado de alegria
“Pois não há democracia
No país do futebol”

Querem nos fazer de otários
Bando de estelionatários
Que me aparecem sorrindo
No horário Eleitoral

E se a justiça é mesmo cega
Aqui ela anda de muleta
É tanto rolo e tanta treta
Lá no Planalto Central

Obras super faturadas
E merendas desviadas
Hospitais sem ter remédios
Acabam sendo o Normal

E o nosso povo se endivida
Com o apoio do Congresso
Cai na mão da agiotagem
Que banca o Telejornal

Vou gritar minha agonia
Lá no meio da Avenida
Não, não há democracia
No país do futebol

Não sei de vocês
Mas não dou Ibope a uma cambada tão boçal
Não sei vocês
Mas não dou Ibope a uma cambada tão boçal

Postagens mais visitadas