A faixa de Moebius




Se o tempo, dimensão como o espaço,
É traído pela memória, que o aprisiona,
Qual será sua topologia?

A ciência descortina o universo.
O método inverte o sentido da entropia.
A mente procura a verdade. Ela é possível?

Vivemos nesse algo misterioso
A que chamamos realidade
Construtos lógicos de pura fantasia.

Surge forte de nossa incapacidade
Em compreender o continuum
a necessidade de construir uma harmonia.

Tange, menino, as cordas desta lira.
Faz a tua parte. A morte é consorte da vida.
Quem te dará a chave da imortalidade?

A matemática, a arte ou a filosofia?
Tempo, sou o raio, bem o sabes!
E não serei devorado pela marcha dos dias.

Postagens mais visitadas